Uma análise geopolítica do mundo atual acenando para novos cenários da Engenharia no Brasil em uma estrutura que será reorganizada pós pandemia, crise econômica e eleições norte americanas são os pontos centrais do depoimento que o Acadêmico Márcio Fortes apresenta no 24º episódio da série Brasil Amanhã, do Clube de Engenharia, onde é também vice-presidente.

“Estamos num impasse terrível porque o modo de fazer economia se desorganizou. Esse cenário pode ser benéfico para o Brasil dada as dificuldades que os europeus e norte americanos terão de se encaixar em um mundo completamente novo liderado pelo sudeste asiático e pela China”, afirma o Acadêmico. Em seu depoimento, Márcio Fortes ressalta que embora no momento Covid-10 e economia dominem as discussões, outras questões merecem atenção e pontua algumas como fatores determinantes para o futuro do país: as eleições municipais, a substituição de Celso Melo no Supremo Tribunal Federal (STF), a indicação de um novo presidente para a Câmara dos Deputados e as eleições presidenciais nos Estados Unidos.

“O candidato democrata que pode ser eleito, odeia o Brasil e tem sensibilidade para questões que afastam o prestígio do Brasil no exterior como o desmatamento da Amazônia e questões indígenas, entre outras, o que pode nos trazer dificuldades nas relações com os Estados Unidos”, afirma o engenheiro que durante 12 anos exerceu o cargo de deputado federal e faz uma análise do momento político que o Brasil atravessa com projeções para o futuro.

Márcio Fortes é engenheiro civil, especialista em Desenvolvimento Urbano, com larga experiência na gestão pública e privada em áreas como Economia, Comércio e Indústria, tendo passagens em cargos de liderança no Ministério da Fazenda, BNDES, Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Petrobras, Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável (organismo ligado à Organização das Nações Unidas/ ONU. O depoimento pode ser conferido no canal do youtube do Clube de Engenharia.