Posse: 1999

Cadeira: 66

Patrono: Ernani da Motta Rezende

 

foto-pe-pedro

“O professor deve estimular a busca pelo saber e pela pesquisa”

 

Presidente da Mantenedora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e da Fundação Padre Leonel Franca, Professor Emérito da Universidade, onde ocupou o cargo de Vice-Reitor, entre outros, o Acadêmico Pedro Magalhães Guimarães Ferreira possui uma mente inquieta que busca entender o mundo. Com mestrado em Engenharia Elétrica pela PUC-Rio, doutorado em Engenharia de Sistemas na COPPE/UFRJ e pós-doutorado em Teoria de Controles na Brown University e na University of California at Berkeley (EUA), o engenheiro, que é padre jesuíta, dedicou sua vida à obra pastoral e ao ensino/pesquisa. Membro Titular também da Academia Brasileira de Educação e da Academia “Fides et Ratio”.

Foi durante o curso de engenharia que descobriu a vocação para o sacerdócio. “Entre o terceiro e o quarto ano da graduação, comecei a me interessar pelas questões religiosas e pela existência de Deus. No quinto ano de engenharia, decidi que seria Padre. Interrompi o curso e ingressei no noviciado”, lembra o Acadêmico, que durante a formação como jesuíta concluiu o curso de Engenharia Elétrica.

Além do trabalho pastoral, ele atuou como professor na PUC-Rio no Departamento de Engenharia Elétrica, onde, em vista de produção muito boa, passou rapidamente a Professor Titular: 11 anos, muito menos que a média dos professores titulares, que aliás são uma minoria na PUC-Rio. Na visão do Acadêmico, a docência é uma atividade ligada intrinsecamente à pesquisa. “Dar aulas numa Universidade sem fazer pesquisa não faz sentido”.

Fora da universidade, o Acadêmico foi Presidente da Sociedade Brasileira de Automática (SBA); Presidente do Comitê Latino – Americano de Controle Automático; Membro do Comitê de Ciência e Tecnologia do Município do Rio de Janeiro; Presidente do Conselho Superior da Associação Nacional das Mantenedoras das Escolas Católicas; e Membro do Committee on Linear Systems da International Federation of Automatic Control (IFAC); entre outras funções. Na ANE, ele é, desde o final de 2010, Coordenador do Comitê de Seleção, membro do Conselho Deliberativo, da Comissão de Ética e Coordenador do Grupo Website, comunicação, divulgação.

O Acadêmico dedica-se atualmente à pastoral e às atividades intelectuais. A leitura, que aliás é sempre estudo, ocupa boa parte do seu dia. “Tenho lido muita coisa de lógica, filosofia e teologia”, diz o Acadêmico, um workaholic assumido. “Gosto de trabalhar. Não me permito ir ao cinema, ler romances, ver novelas ou filmes. Na televisão, assisto apenas a um noticiário.”

Currículo (.pdf)