Sessão Magna celebra os 180 anos do IHGB

Solenidade foi realizada na sede da instituição no início de novembro. Diversas autoridade participaram da comemoração

 

 

Diversas autoridades participaram da celebração dos 180 anos da instituição

Fundado em 21 de outubro de 1838, o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) completou 180 anos e para celebrar a data foi realizada uma Sessão Magna especial, no dia 7 de novembro, na sede do instituto, no Rio de Janeiro. A Sessão Magna contou com a participação de autoridades e representantes de diversas instituições, como o Ministro de Estado de Cultura (MinC), Sérgio Sá Leitão, o presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), Marco Luchhesi, o Cônsul-Geral Adjunto do Consulado de Portugal no Rio de Janeiro, João de Deus, o presidente da Academia Nacional de Engenharia (ANE), Francis Bogossian, o presidente do Real Gabinete Português de Leitura e Liceu Literário Português,Francisco Gomes da Costa, o diretor do Museu Histórico Nacional, Paulo Knauss, e o diretor do Museu Imperial,  Maurício Vicente Ferreira Junior, entre outros.

Durante a cerimônia, a relevância do instituto ao longo desses anos foi relembrada. O IHGB foi criado com o objetivo de promover eventos nas áreas da História, Geografia e Ciências Sociais; e produzir arquivamentos documentais. O IHGB conta com uma biblioteca formada por milhares de títulos, entre livros, periódicos e folhetos. Parte significativa é composta de obras dos séculos XVI a XIX, em diversos idiomas e reúne em seu arquivo mais de 160 mil documentos, entre manuscritos – muitos deles, papéis oficiais e cópias de época – e álbuns, fotos, etc.

O arquivo possui também, mais de cem arquivos pessoais, como os dos presidentes Prudente de Morais, Rodrigues Alves, Epitácio Pessoa e Emilio Garrastazu Médici, de figuras do Império e da República (José Bonifácio, Gen. Osório, Visconde de Ouro Preto, Paulo de Frontin, Macedo Soares e outros), e o acervo da extinta União Democrática Nacional – UDN. Mapas e atlas, em especial antigos, do Brasil e do mundo compõem a coleção cartográfica. Atualmente, o IHGB conta com vários Institutos estaduais.