Morre o Acadêmico Ary Marques Jones

É com pesar que a Academia Nacional de Engenharia (ANE) comunica o falecimento, no dia 6 de junho de 2016, do Acadêmico Ary Marques Jones. Descendente de ingleses e alfabetizado em língua inglesa, Ary Jones cursou a graduação em Engenharia nos Estados Unidos, onde também se tornou Mestre em Engenharia Industrial.

Serviu à Marinha Brasileira de 1938 a 1961, quando se aposentou como Capitão de Mar e Guerra. Na Segunda Guerra Mundial, o comandante Ary Marques Jones evitou que a tripulação abandonasse o cruzador Rio Grande do Sul, atingido por um torpedo alemão ou italiano, mas não a ponto de ir a pique, e por isso foi considerado herói de guerra.

Em 1958 participou da fundação do então Instituto de Administração de Gerência (IAG) da PUC-Rio, atual Escola de Negócios da universidade, onde exerceu as funções de coordenador, dirigente e professor. Foi dirigente da Firjan por mais de duas décadas. Além disso, ajudou a criar a Fundação Getúlio Vargas em São Paulo e o Instituto de Psicologia Naval.

Foi autor de importantes projetos de planejamento no ramo da engenharia para entidades privadas e estatais. Sempre foi um engenheiro voltado para os aspecto da moderna engenharia.

Teve também uma produtiva carreira de escritor. Publicou diversos livros entre eles: “Marketing, Serviços de Engenharia”; “Relatórios para Executivos; Administração Arte e Ciências”; e o “Executivo ” seu lema fazer ou fazer fazer”; entre outros.