Governo condecora engenheiros com Ordem Nacional do Mérito Científico

 

Acadêmicos Edgar Zanotto, José Roberto Boisson, Renato Cotta e Virgínia Ciminelli receberam a honraria

Homenagem foi realizada no Palácio do Planalto

 

Os Acadêmicos Edgar Dutra Zanotto, José Roberto Boisson da Marca, Renato Machado Cotta e Virgínia Sampaio Teixeira Ciminelli receberam a Ordem Nacional do Mérito Científico, no dia 17 de outubro, em cerimônia realizada no Palácio do Planalto. A honraria é uma homenagem a dirigentes, pesquisadores, professores e outros promotores do conhecimento que se destacaram em sua atuação profissional. A Ordem Nacional do Mérito Científico, instituída em 1993, é a mais importante condecoração a quem se dedica a ciência e tecnologia no Brasil. Além dos Acadêmicos, outras 81 personalidades foram condecorados. A homenagem abrangeu profissionais de áreas como matemática, biologia, saúde, ciências sociais, entre outros setores do conhecimento.

O presidente da República, Michel Temer, como Grão-Mestre da Ordem, participou do evento e afirmou que estimular o campo da ciência é importante para o desenvolvimento do País, gerando benefícios a toda população. Além do presidente da República, participaram da cerimônia os ministros da Educação, Rossieli Soares; da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab; das Relações Exteriores, Aloysio Nunes; da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge; e do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha.

A premiação da Ordem Nacional de Mérito Científico está sendo retomada depois de cinco anos. O título é concedido em duas categorias: Grã-Cruz e Comendador. Os candidatos são indicados por instituições ligadas à ciência e avaliados por uma comissão técnica, formada por nove representantes do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e da Academia Brasileira de Ciências (ABC).

Os Acadêmicos Edgar Dutra Zanotto, Renato Machado Cotta e Virgínia Sampaio Teixeira Ciminelli foram promovidos à Classe Grã-Cruz da Ordem e José Roberto Boisson da Marca recebeu a distinção da Ordem do Nacional do Mérito Científico da Presidência da República no grau de Comendador.