Acadêmicos Virginia Ciminelli e Nelson Martins participam de reunião anual do Programa Acadêmico dos Grandes Desafios  da Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos (NAE)

 

 

Professor Rama, diretor do Grand Challenges Scholar Program, Nelson Martins, Virginia Ciminelli, membros da ANE, e Dan Mote, presidente da NAE

Os engenheiros Virginia Ciminelli e Nelson Martins, membros da Academia Nacional de Engenharia (ANE), participaram da Reunião Anual de 2018 do Programa Acadêmico para os Grandes Desafios da Engenharia, uma atividade da Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos (NAE). A reunião foi realizada em Washington, nos dias 29 e 30 de outubro último. Os dois acadêmicos, que são também membros estrangeiros da NAE, foram convidados pelo Professor Bindiganavale Ramakrishna, diretor do Programa, a participar do evento e iniciar as discussões sobre o workshop do “Programa Acadêmico para os Grandes Desafios da Engenharia”, que deverá ser realizado no final de abril de 2019, no Brasil.

O evento, que acontecerá pela primeira vez na América Latina, terá como foco um tópico central aglutinador dos 14 macro-temas definidos pela NAE como grandes desafios da Engenharia. São eles: Tornar a energia solar econômica; Fornecer energia a partir da fusão nuclear; Desenvolver métodos de sequestro de carbono; Gerenciar o ciclo do nitrogênio; Fornecer acesso à água limpa; Restaurar e melhorar a infraestrutura urbana; Avanço da informática em saúde; Engenheirar melhores medicamentos; Engenharia reversa do cérebro; Prevenir o terror nuclear; Garantir um Ciberespaço seguro; Aprimorar a realidade virtual; Avançar no aprendizado personalizado; Engenheirar as ferramentas da desco­berta científica.

O workshop “O Programa Acadêmico para os Grandes Desafios da Engenharia 2019” pretende reunir representantes de cursos de engenharia de universidades brasileiras, além de personalidades do setor. “O objetivo é contribuir para que as universidades brasileiras estabeleçam um programa de colaboração com a NAE, em parceria com a ANE e ABC e apoio do CNE, para a formação do engenheiro do futuro”, explicou a Acadêmica Virginia Ciminelli. As universidades selecionadas passam a integrar e usufruir de um rede global de instituições parceiras.

O Programa Acadêmico para os Grandes Desafios da NAE tem como meta preparar os estudantes para o envolvimento global multidisciplinar, multicultural, empreendedor e socialmente consciente, necessário para o século 21, através de um suplemento educacional adaptável a qualquer universidade em todo o mundo.

Como os desafios são comuns ao sistema de engenharia em escala global, as soluções dependerão das contribuições tecnológicas advindas de todas as partes do mundo. Os Grandes Desafios oferecem uma visão contemporânea  da engenharia para estudantes e para o público, porque destacam tanto o vasto espectro da Engenharia quanto a  sua missão de  servir às pessoas e à sociedade. Esses desafios constituem a primeira visão global para engenharia na história.

Para enfrentar esses grandes desafios globais, bem como outros desafios relevantes local, regional e nacionalmente, a NAE acredita que é necessário desenvolver o talento de engenharia com os conhecimentos, habilidades e atitudes necessários. O workshop será organizado pela NAE, ANE e pela Academia Brasileira de Ciências (ABC), com apoio da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que sediará o evento.