Acadêmico Reinaldo Castro Souza é nomeado membro titular do
 Comitê de Assessoramento de Engenharias de Produção e Transportes (CA-EP) do CNPq,
 17/06/2015

 

Cargo tem início em outubro 2015 e envolve a análise de projetos e requerimentos de bolsas aos pesquisadores em Engenharias de Produção e Transportes.

Reinaldo Castro Souza, professor do Departamento de Engenharia Elétrica do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio) foi indicado para compor o seleto Comitê de Assessoramento de Engenharias de Produção e Transportes (CA-EP) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). "A minha função no Comitê envolve a avaliação de projetos, pedidos de auxílio para participação de congressos e análises e requerimento de bolsas para professores pesquisadores, selecionando os candidatos de diversos estados que atendem às exigências do CNPq", afirma Castro Souza.

Esta já é sua terceira indicação (as anteriores foram em 2000 e 2006) e ela se deve principalmente à sua especialização em Estatística e Previsões, categoria que faz parte da área de Pesquisa Operacional destas engenharias. O mandato de três anos tem início em outubro e a escolha do cargo foi feita em votação nacional pela comunidade científica, incluindo pesquisadores, coordenadores dos programas de pós-graduação em Engenharia de Produção e sociedades científicas.
 
O CNPq oferece PQ"s (bolsas mensais de Produtividade em Pesquisa) aos pesquisadores reconhecidos em suas áreas de atuação, para auxílio na produção de projetos, ida a congressos e orientações acadêmicas. Para obter o benefício, o interessado deve ter uma atividade acadêmica de porte, orientando alunos de pós-graduação, publicando artigos (papers) em periódicos científicos, preferencialmente níveis A1 ou A2 reconhecidos pelo Sistema Qualis/Capes, apresentando trabalhos em congressos etc. 'Para que os programas de pós-graduação das universidades conquistem boas notas nas avaliações da Capes, aproximadamente 40% de seus pesquisadores precisam ser bolsistas PQ", explica o professor.

"O processo é extremamente competitivo e rigoroso.  Não basta escrever diversos artigos, é preciso comprovar qualidade e relevância do estudo", reforça o professor.  "Conquistar uma Bolsa PQ equivale a um plano de carreira dentro do CNPq.  Quanto melhor a sua categoria, maiores as chances de conquistar projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) em empresas estatais e privadas no Brasil e em editais dos diversos fundos de financiamento à pesquisa", ressalta o professor Reinaldo Castro Souza.

 

Tipo de Clipping: WEB

Data: 17/06/2015

Veículo: Portal Fator Brasil