Acadêmico Mário Menel aprova o nome de Ricardo Salles para o Ministério do Meio Ambiente

 

 

 

A indicação do advogado Ricardo Salles para o Ministério do Meio Ambiente do futuro governo Bolsonaro foi aprovada por representante do setor elétrico. Para o Acadêmico Mário Menel, presidente do Fórum das Associações do Setor Elétrico, a equipe de transição do governo que vai assumir em janeiro do ano que vem tem uma visão mais racional e menos ideológica sobre a questão do licenciamento ambiental. Apesar de não conhecer o futuro ministro, o Acadêmico acredita que ele é comprometido com a preservação do meio ambiente, sem ser irracional.

Sobre o processo de improbidade administrativa movido pelo Ministério Público contra o advogado Ricardo Salles, Mário Menel diz que o nome foi escolhido após uma avaliação e quem indicou o advogado concluiu que a relação custo benefício da decisão pendia mais para o benefício. O futuro ministro é acusado pelo MP de ter alterado ilegalmente o plano de manejo da Área de Proteção Ambiental da Várzea do Tietê para beneficiar empresas.