Cândido Mariano da Silva Rondon (Marechal)

Atual Ocupante: Sergio Xavier Ferolla
Posse: 1996

O marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, conhecido como Marechal Rondon (Santo Antônio de Leverger, 5 de maio de 1865 – Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 1958), foi um engenheiro militar e sertanista brasileiro, famoso por sua exploração do Mato Grosso e da Bacia Amazônica Ocidental e por seu apoio vitalício às populações indígenas brasileiras. Foi o primeiro diretor do Serviço de Proteção ao Índio (SPI) e estimulou a criação do Parque Nacional do Xingu. O estado brasileiro de Rondônia recebeu esse nome em sua homenagem.

O estado de Rondônia (vermelho), batizado em homenagem ao Marechal.

Cândido Mariano da Silva (o sobrenome Rondon foi acrescentado posteriormente) nasceu em 5 de maio de 1865 em Mimoso, um distrito localizado no município de Santo Antônio do Leverger, no estado do Mato Grosso. Em 1881, Rondon incorpora-se ao 3º Regimento de Artilharia a Cavalo. Ingressa na Escola Militar, no Rio de Janeiro, onde obtém o bacharelado em Ciências Físicas e Naturais. Em 1888 será segundo-tenente. De ideias abolicionistas e republicanas, Rondon participou diretamente com Benjamim Constant das articulações do golpe republicano.

O marechal Cândido Rondon é considerado um dos principais heróis e patriotas brasileiros e, portanto, tem sido homenageado pela população e pelo governo de várias maneiras. Ele é o “Pai das Telecomunicações Brasileiras” e o dia 5 de maio, data de seu aniversário, é também o Dia Nacional das Telecomunicações, estabelecido em sua homenagem. Teve a glória de ter seu nome escrito em letras de ouro no maciço Livro da Sociedade Geográfica de Nova Iorque.

Títulos

Em 5 de maio de 1955, data de seu aniversário de 90 anos, recebeu o título de Marechal Honorário do Exército Brasileiro, concedido pelo Congresso Nacional;[8]

Em 1957, foi indicado para o prêmio Nobel da Paz, pelo The Explorers Club, de Nova Iorque;[9]

Em 1963, foi homenageado com a designação de “Patrono da Arma de Comunicações do Exército Brasileiro”.

Em 1918, recebeu a Medalha Centenário de David Livingstone da Sociedade Geográfica Americana.

Em 1919, recebeu a Medalha do Explorers Club;

Em 1968, foi iniciado o Projeto Rondon, com o objetivo de levar a juventude universitária a conhecer a realidade brasileira e a participar do processo de desenvolvimento.

Baseado no verbete da wikipedia:

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A2ndido_Rondon

ANTERIOR
PRÓXIMO