Antônio de Paula Freitas

Atual Ocupante: José Luís Cardoso
Posse: 1991

Antônio de Paula Freitas, engenheiro e professor brasileiro, nasceu no Rio de Janeiro em 10 de janeiro de 1843 e faleceu a 18.03.1906. Foi professor da Escola Politécnica.

Foi o responsável pela obra da AGÊNCIA CENTRAL DOS CORREIOS – Rua 1.º de Março, 64. Edifício iniciado em 1875. O edifício ocupa uma área de 40 m de frente por 39 m de fundo; o estilo é do Renascimento, sendo empregada no pavimento térreo a Ordem Jônica, no 1.º andar a Ordem Coríntio, e no 2.º andar Coposita. Erguido no mesmo terreno onde estava a antiga Casa dos Contos, descrita acima. Ficou pronto em 1877.

Atuou nas obras de construção da Igreja da Candelária. A Mesa Administrativa da Irmandade do Santíssimo Sacramento da Candelária, em sessão de 29.04.1880, aprovou o parecer do engenheiro Antônio de Paula Freitas, em que foi aceita a proposta da firma E. Cresta & C., para a execução das obras do revestimento inteno da Igreja da Candelária. Nesta mesma sessão, a Mesa Administração autorizou a Comissão de Obras a assinar o respectivo contrato com E. Cresta & C. Por Escritura de 13.05.1880, nas notas do tabelião Pedro José de Castro, foi assinado o contrato com a firma E. Cresta & C., para os trabalhos de revestimento interno, em mármore, da Igreja da Candelária.

Antônio de Paula Freitas também projetou e construiu (1874/7) o prédio da Imprensa Nacional, no Centro, que foi destruído por um incêndio e posteriormente demolido para abrir caminho para o atual Largo da Carioca; também projetou e construiu, na Urca, o Pavilhão da Agricultura para a Feira Internacional de 1908, prédio ainda existente inicialmente destinado à Faculdade Nacional de Medicina e que hoje sedia o Departamento Nacional de Produção Mineral; construiu também foi responsável pela obra do Lazareto de Ilha Grande.

Ele também trabalhou nas obras daquela que viria a ser conhecida como Estrada de Ferro Curitiba-Paranaguá.

Fonte da pesquisa: https://copacabana.com/rua-paula-freitas

ANTERIOR
PRÓXIMO