Jacobus Willibrordus Swart

Posse: 2014
Cadeira: 76
Patrono: Francisco José de Lacerda

Jacobus recebeu o diploma de Engenheiro e Doutor em Engenharia em 1975 e 1981, respectivamente, pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Após seu doutorado, trabalhou nas seguintes instituições: KUL, Bélgica; CTI, Campinas; EP/USP; SID Microeletrônica; RTI, EUA, e Universidade Estadual de Campinas, como Professor Titular e depois como Professor Colaborador a partir da aposentadoria em junho de 2013.

Ele atuou como diretor do Centro de Componentes Semicondutores na Unicamp. Foi também diretor do CTI, um centro de pesquisa nacional em Campinas. Dr. Swart publicou 75 artigos em revistas internacionais e 217 artigos completos em anais de conferências internacionais, orientou 60 trabalhos de mestrado e doutorado e é classificado como pesquisador nível 1A no CNPq.

É membro da Academia de Ciências do Estado de São Paulo, membro da Academia Nacional de Engenharia e é Fellow do IEEE. Ele foi presidente da SBMicro duas vezes e atualmente é tesoureiro. Ele foi secretário da EDS/IEEE. Entre seus vários prêmios, ressalta-se o EDS/IEEE Distinguished Service Award 2020. Ele foi coordenador de rede de pesquisa CNPq chamada INCT NAMITEC e foi coordenador do programa CI-Brasil do MCTI. Em 2013 ele fundou a empresa JW Swart Inovação em Semicondutores e realiza atividade de representação do IMEC da Bélgica até final de 2020.

Filho de imigrantes agricultores, Jacobus passou a sua infância em uma cidade chamada Holambra, no estado de São Paulo. Lá, não havia eletricidade. Sendo assim, longe das interferências tecnológicas, os moradores seguiam uma rotina condicionada basicamente às leis da natureza. O despertar pela ciência veio da observação da natureza. Como não tinha televisão, já que não havia luz elétrica, Jacobus conta que a noite ficava admirando o céu e as estrelas o fascinavam. O fogo também despertava sua curiosidade, assim como as simples experiências escolares. Na fase escolar, gostava de disciplinas exatas como Física e Química e escolheu a Engenharia para ver a aplicação dessas ciências.